13/04/2018 09:17

Turismo e patrimônio cultural em debate na Expo 2018

Representantes de Ibiporã estiveram neste dia 11/4 em evento no Parque Ney Braga, onde se reuniram com diretor de patrimônio da SEEC-PR

Representantes da Sec. de Cultura e Turismo no 3º Seminário Estadual de Turismo Rural

Fotos Crédito: Divulgação/Sec. de Cultura e Turismo

Fonte: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

Um evento que mostrou o poder que o turismo rural tem de alavancar negócios nos municípios e valorizar as propriedades, a partir de ideias inovadoras de geração de renda e acolhida dos visitantes. Assim foi o 3º Seminário Estadual de Turismo Rural, realizado nesta quarta (11/4), no Parque Ney Braga, como parte da agenda técnica da ExpoLondrina 2018.


Organizado pela Emater/PR e pela Paraná Turismo, em parceria com a Adetur Norte do Paraná (entidade da qual Ibiporã faz parte), o painel teve relato de experiências bem-sucedidas de pequenos empreendedores rurais, seguido de palestra sobre Turismo e Patrimônio Cultural.


O tema foi abordado por Aimoré Índio do Brasil Arantes, historiador da Secretaria de Estado da Cultura (SEEC-PR), com quem o secretário de Cultura e Turismo de Ibiporã, Agnaldo Adélio, e representantes da Secretaria (Jaime Kaster e Thainara Fernandes) tiveram uma reunião ao final. Na foto (anexa), nossa equipe como Aimoré Arantes (da SEEC-PR) à esquerda e a organizadora do seminário, Ivaldete Zarpellon, da Emater (ao centro) que é nascida na Água das Abóboras, em Ibiporã.


O tema patrimônio cultural é de grande importância para a Secretaria de Cultura e Turismo de Ibiporã porque a cidade tem espaços que são patrimônios culturais e artísticos, como a Casa de Artes e Ofícios Paulo VI, o Museu do Café, a Igreja Matriz, algumas capelas históricas e vários outros, que precisam ser preservados e cuidados, servindo também ao turismo de visitação.