-

Sol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

20/09/2018 16:52

Samae lança nova identidade visual e monumento nesta sexta-feira (21)

Direção da autarquia apresenta nesta sexta-feira (21) nova logomarca e painel em concreto em comemoração ao seu cinquentenário

Fotos Crédito: Arquivo/NCS/PMI

Fonte: Núcleo de Comunicação Social/PMI

A direção do Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto (Samae) apresenta nesta sexta-feira (21) a nova identidade visual da autarquia. Na ocasião, será lançado um monumento comemorativo ao cinquentenário da autarquia, a ser celebrado no dia 6 de dezembro. O painel em concreto foi confeccionado pelo secretário municipal de Cultura e Turismo, o arquiteto e artista plástico Agnaldo Adélio.

 

Dando continuidade às comemorações pelo Jubileu de Ouro, no sábado (22), os servidores da autarquia farão o plantio de mais de 100 mudas de árvores na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), na saída para Sertanópolis.

 

 

História do Samae

 

O Samae - Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto - é uma autarquia municipal criada na cidade de Ibiporã pela Lei Municipal nº 197 de 6 de dezembro de 1968 com a finalidade de distribuir água tratada e efetuar coleta de esgoto assim como manter, operar e ampliar os sistemas de água e esgoto da cidade.

 

No final da década de 1960 o sistema de abastecimento de água existente em Ibiporã era muito precário, isto é, a população recebia pouca água em suas casas e esta era de baixa qualidade. Isso foi motivo suficiente para que houvesse entendimento entre a Prefeitura Municipal e a Fundação SESP para construção de um novo sistema de abastecimento de água no município que atendesse aos anseios da comunidade ibiporaense.

 

Antes mesmo da construção do novo sistema de água foi criado o Samae, órgão municipal que administraria as ações relativas ao saneamento no município de Ibiporã.

 

Após um prazo de carência para a execução do sistema de água, o Samae, com a arrecadação auferida junto aos usuários na cobrança de tarifas, efetuou o pagamento do empréstimo em prestações semestrais durante 16 anos. Hoje o sistema de água está totalmente pago e constitui um dos maiores patrimônios da comunidade ibiporaense.

 

Durante o ano de 1.974 a Fundação SESP desenvolveu um projeto de rede coletora de esgoto para Ibiporã, cujas obras de implantação foram iniciadas no ano seguinte. Todo o investimento para custear estas obras foi captado pela própria Fundação, a fundo perdido, junto ao Ministério da Saúde. Isto deu condições para que, através de contratação de firmas empreiteiras e pessoal por administração direta, se implantasse um completo sistema coletor de esgoto sanitário a custo zero para a municipalidade.

 

Após a conclusão da rede coletora foi elaborado projeto e contratada a execução da Estação de Tratamento de Esgoto, a qual entrou em operação em 1.979, em obra que também foi custeada com verbas a fundo perdido do Tesouro Nacional.

 

Atualmente é o próprio Samae que executa estas obras de ampliação, tendo para isto pessoal treinado e capacitado além de ter assimilado toda tecnologia necessária.

 

Toda a água distribuída pelo Samae é tratada, clorada e fluoretada e atende aos padrões de qualidade bacteriológica e físico-química de potabilidade fixados pela Portaria nº 2914/2011 do Ministério da Saúde. Atualmente o serviço de abastecimento de água conta com duas unidades de captação e recalque, uma no Ribeirão Jacutinga e outra no Poço do Aquífero Guarani, que oferece água de excelente qualidade, com propriedades minerais, atendendo 100% da população urbana e da zona rural. Outro fator de destaque é a rede de esgotos sanitários que atende 98,5% do município - índice de destaque entre os municípios brasileiros. Todo o esgoto é tratado antes de ser lançado no corpo receptor.


Recentemente, a autarquia adquiriu um novo módulo clorador, aumentando a capacidade de produção em aproximadamente três vezes a atual, garantindo com segurança a distribuição de água de qualidade por aproximadamente mais 20 anos além de reformar, readequar e revitalizar o espaço onde o equipamento está instalado.


Em relação à coleta seletiva Ibiporã também dá exemplo. Todo o município já possuiu um sistema completo de coletiva seletiva que conta com a colaboração da população ao separar rejeitos e recicláveis dos orgânicos além de contar também com a coleta uma vez por semana em toda zona rural.



Além da coleta diferenciada porta a porta, o Samae também possui um programa permanente de educação ambiental, o qual envolve a mobilização social, educação e conscientização dos munícipes e o constante treinamento dos colaboradores envolvidos no processo.



A excelência no desenvolvimento do trabalho de saneamento fez com que o SAMAE conquistasse no ano de 2000 o PNQS - Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento - um dos mais importantes prêmios do setor de saneamento do país - se tornando a primeira empresa municipal a obter essa premiação.


No final do ano passado a autarquia recebeu certificado de reconhecimento do "V Prêmio Gestor Público Paraná" (PGP-PR). Iniciativa do Sindicato dos Auditores Fiscais do Estado do Paraná (Sindafep), a premiação reconhece projetos criativos e inovadores das administrações públicas municipais do estado. A conquista deu-se em função do trabalho desenvolvido pelo SAMAE, que não mediu esforços para readequar o contrato de coleta de lixo de forma a estabelecer um equilíbrio econômico entre receita e despesas.



 

Serviço

 

Lançamento da nova identidade visual e monumento comemorativo ao cinquentenário

 

Quando: 21 de setembro (sexta-feira)

Horário: 15h30

Local: Sede administrativa do Samae (Av. Santos Dumont, 565 – Centro)