-

Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.

16/05/2019 15:03

Vacinação contra a gripe entra em sua reta final

A Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe acaba no próximo dia 31. Pessoas pertencentes aos grupos prioritários devem procurar UBS mais próxima para se imunizar

Cidadão, vacine-se.

Fotos Crédito: EBC

Fonte: PMI

A Prefeitura de Ibiporã, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, integra a iniciativa do Ministério da Saúde que tem por objetivo imunizar a população contra a gripe em toda a rede pública de saúde. Este ano, o objetivo do Município é imunizar 15.623 pessoas, no entanto até o momento foram vacinadas 9.665 pessoas, cerca de 61% da meta. O governo federal preconiza a cobertura mínima de 90% de vacinação em todos os grupos prioritários estabelecidos na campanha, que segue até o dia 31 de maio.


Gestantes


O público-alvo desta campanha é composto por grupos diversificados, porém o que mais preocupa a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Vanessa Luquini, são as gestantes, que permanecem longe da meta com apenas 47,16% de taxa de vacinação. As gestantes são mais propensas a contraírem o vírus devido a sua baixa imunidade. ‘’O histórico de aplicação nas gestantes demonstra que são sempre um dos grupos que menos se previnem, estamos preocupados com a adesão baixa deste ano’’. A coordenadora pede para que grávidas que ainda não se vacinaram compareçam a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) até o dia 31 deste mês. Vale ressaltar que a vacina vale tanto para a mãe quanto para o feto, visto que, os anticorpos são repassados para a criança ainda no útero.


Os demais grupos-alvo da vacinação são: indivíduos com 60 anos ou mais, crianças de 6 meses até 6 anos incompletos (5 anos, 11 meses e 29 dias de idade), puérperas (mulheres que tiveram filho nos últimos 45 dias), trabalhadores da área da saúde, professores de escolas públicas e privadas, povos indígenas, portadores de doenças crônicas e outras condições clínicas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.


Contraindicações


A vacina é contra indicada para menores de 6 meses de idade. Pacientes com história de reação anafilática (reação alérgica grave) a um dos componentes da vacina devem passar por avaliação médica criteriosa sobre risco e beneficio, antes da administração da nova dose. Em doenças agudas febris moderadas ou graves recomenda-se adiar a vacinação até a resolução do quadro com o intuito de não se atribuir à vacina as manifestações da doença.


A coordenadora acrescenta que as Unidades de Saúde da cidade estão preparadas para atender a população, porém pede a compreensão caso ocorra uma eventual demora no atendimento. As doses aplicadas devem ser inseridas no Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (Si-PNI), e também, será avaliada a carteira de vacinação dos pacientes, sendo que se houver esquemas incompletos de outras vacinas, as mesmas serão administradas no mesmo dia, visto que não há contraindicação.


O que levar quando for se vacinar?


Carteirinha de vacinação e documento oficial com foto


Mais informações com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Vanessa Luquini : 3178-0374