A- A A+

Outubro Rosa: UBS de Ibiporã realizam exames em horário diferenciado

11/10/2017 16:57

Unidades Básicas de Saúde realizarão exames preventivos de mama e colo uterino à noite e aos sábados. Apelo é voltado especialmente para mulheres entre 50 e 69 anos

Divulgação/Ministério da Saúde

Câncer de mama é o tumor que mais mata mulheres acima de 60 anos no país

 

Em apoio à campanha "Outubro Rosa", movimento mundial de conscientização sobre o câncer de mama, a Prefeitura Municipal de Ibiporã, por meio da Secretaria de Saúde, preparou uma série de atividades para conscientizar a população sobre a prevenção e diagnóstico precoce da doença.

 

Fachadas das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e órgãos públicos de Ibiporã estão decoradas com faixas cor-de-rosa em apoio ao movimento internacional de mobilização contra o câncer de mama. A Secretaria de Saúde também solicitou aos órgãos da Administração Direta e Indireta que identifiquem o "Outubro Rosa" com material visual, como, por exemplo, uso de camisa ou camiseta rosa e laços de cetim na roupa.

 

Algumas UBS estão com agenda diferenciada para a realização dos exames preventivos de mama e colo uterino. "Estamos sensibilizando as mulheres, especialmente as com mais de 50 anos, ou que tiveram maternidade tardia ou possuem histórico familiar da doença a procurarem a UBS mais próxima de sua residência para agendar o exame ginecológico e, se necessário, a mamografia. A recomendação no Brasil, atualizada em 2015, é que mulheres entre 50 e 69 anos façam uma mamografia a cada dois anos", informa a coordenadora da Divisão de Programas de Saúde, Tissiane Soares Seixas de Mattos.

 

De segunda a quinta-feira da próxima semana (16 a 19) o Centro de Saúde Dr. Eugênio Dal Molin fará coleta de preventivo e exame das mamas das 17 às 19 horas. No sábado (21), o Centro de Saúde estará aberto das 8 às 12 horas para a realização dos exames.

 

A UBS Lafontaine Correa da Costa, no Conjunto Habitacional Agenor Barduco, realizará os exames nos dias 16, 24 e 31, das 18 às 20 horas. A UBS Orlando Pelisson, no Jardim Bom Pastor, também abrirá em um sábado, dia 28, das 8 às 12h, para as coletas.

 

No dia 21 as mulheres com encaminhamento para mamografia poderão realizá-la no Hospital Cristo Rei, das 8 às 12 horas, durante o evento "Um dia de arte".

 

A secretária de Saúde, Andrea Stroka, alerta que um em cada três casos de câncer pode ser curado se for descoberto em sua fase inicial. "O câncer de mama não dói, mas apresenta alguns sintomas, como aparecimento de nódulo, alteração na forma ou tamanho da mama, saída de secreção pelo mamilo. É importante que a mulher esteja atenta a estas alterações e se percebê-las procurar um médico o mais rápido possível", orienta Andrea.

 

O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima que, em 2017, o Paraná registre 3,7 mil novos casos de câncer de mama. No Brasil, esse número chega a quase 58 mil casos. Em 2016 houve 1.010 mortes em decorrência do câncer de mama feminino no Estado. Segundo a 17ª Regional de Saúde,

No entanto, quando detectado precocemente as chances de cura chegam a 95%. Estima-se que 28% dos casos de câncer possam ser prevenidos por mudanças na alimentação e inclusão de atividade física no cotidiano.

 

O QUE É O CÂNCER DE MAMA?

 

É o crescimento desordenado (maligno) de células da mama que invadem os tecidos e órgãos, podendo espalhar-se para outras regiões do corpo (metástase). O câncer de mama é o mais frequente e uma das principais causas de morte em mulheres.

 

 

PREVENÇÃO E DIAGNÓSTICO PRECOCE

 

É possível diminuir o risco de a mulher apresentar o câncer de mama durante a sua vida por meio da adoção de hábitos saudáveis, tais como:

 

- Alimentação saudável;

- Atividade física;

- Controle do peso corporal;

- Não consumir bebida alcoólica e cigarro

 

PRINCIPAIS SINTOMAS:

 

Aparecimento de um nódulo na mama ou axila;

- Alteração na forma ou tamanho da mama;

- Alteração no aspecto da pele da mama ou do mamilo;

- Saída de secreção pelo mamilo

 

FATORES DE RISCO:

 

- Ter mais de 50 anos;

- Maternidade tardia;

- Tratamento com hormônios femininos;

- Histórico familiar;

- Uso de álcool e fumo

 

 

IDADE DE REALIZAÇÃO DOS EXAMES:

 

 

- Exame preventivo de câncer do colo do útero: os dois primeiros exames devem ser realizados com intervalo de um ano. Se os resultados forem normais, o preventivo poderá ser feito a cada três anos;

 

- Exame clínico das mamas: anualmente;

 

- Mamografia de rastreamento: mulheres entre 50 e 69 anos, com intervalo máximo de dois anos entre os exames.

 

Mulheres do grupo de risco, a partir dos 35 anos, devem começar a fazer o exame anualmente. Consulte a equipe de saúde para saber se você faz parte deste grupo.

 

 

 

de Caroline Vicentini/NCS/PMI

Galeria de imagens