18/09/2020 16:37

Junta Militar e Cami mudam para sede administrativa da Polícia Civil

Junta Militar e Coordenadoria de Atendimento à Mulher de Ibiporã (Cami) estão funcionando à Avenida dos Estudantes, 1.046, próximo ao Hospital Cristo Rei

Cami está funcionando em duas salas, sendo umas delas exclusivamente para os atendimentos

Fotos Crédito: Danilo Pomin/NCS/PMI

Fonte: Caroline Vicentini/NCS/PMI

A Junta Militar e a Coordenadoria de Atendimento à Mulher de Ibiporã (Cami) estão funcionando em um novo espaço – a sede administrativa da Polícia Civil, localizada à Avenida dos Estudantes, 1.046, na antiga Casa das Irmãs de Santa Marta, próximo ao Hospital Cristo Rei. A Junta Militar estava funcionando no prédio da Prefeitura. Já a Cami, serviço criado em agosto cujo objetivo é formular, coordenar e acompanhar as políticas públicas referentes à mulher, atendia provisoriamente no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).


A Junta Militar, responsável pela emissão das carteiras de identidade e alistamento militar, atende de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Telefone: 3178-0409.


Os agendamentos da Carteira de Identidade estão temporariamente suspensos, em razão das medidas de prevenção adotadas contra o novo coronavírus. Porém, cidadãos que tiverem urgência para a confecção do documento devem comparecer a Junta Militar e comprovar sua necessidade.

 

Casos de Urgência:

 

Retirar medicamentos na farmácia;

Internação hospitalar;

Trabalho (contratação, concurso público, etc.);

Viagem (a trabalho, situação de saúde, etc.);

Solicitação do Auxílio Emergencial do Governo Federal;

Operações Financeiras (celebração de contratos para compra/venda de imóveis, veículos, etc.);

 Furto ou roubo de documentos;

 

Medidas de Segurança

 

Se for necessário ir a um posto de identificação, o cidadão deve adotar todas as medidas de segurança sugeridas pelos órgãos de saúde, tais como, a utilização de máscaras de proteção, manter a distância mínima de 1,5 metros de outras pessoas e evitar levar acompanhantes.


O cidadão que tiver urgência para a confecção do documento deve comprovar a sua necessidade apresentando os documentos na triagem de verificação que é realizada na fila do lado de fora do Posto.


Documentos que comprovam a necessidade da expedição do RG são essenciais para o atendimento.


Mais informações: www.institutodeidentificacao.pr.gov.br

 

CAMI


Recentemente, a rede de serviços de atendimento à mulher vítima de violência no município ganhou um reforço importante com a criação da Coordenadoria de Atendimento à Mulher de Ibiporã (Cami). O objetivo é formular, coordenar e acompanhar as políticas públicas referentes à mulher na cidade de Ibiporã, trabalhando na defesa de seus direitos e garantindo a plena manifestação de suas capacidades com autonomia.


O trabalho na Cami é realizado por uma equipe multiprofissional, formada por psicólogas, assistente social e assessoria jurídica visando à autonomia, valorização e capacitação para o mundo do trabalho, prevenção e enfrentamento à violência, saúde e bem-estar das mulheres.


Conforme a coordenadora da Cami, a psicóloga Lisa Mitiko Koga, a Coordenadoria de Atendimento à Mulher de Ibiporã objetiva fortalecer o trabalho já realizado pelo Creas, que oferta atendimento e acompanhamento para mulheres em situação de violência doméstica e familiar, oferecendo serviços de acolhida, atendimento individual, oficinas quinzenais, busca ativa por meio de contatos telefônicos e visitas domiciliares, atividades temáticas em meses comemorativos, articulação com a rede de serviços e encaminhamentos necessários.


A Cami está funcionando em duas salas, sendo umas delas exclusivamente para os atendimentos. O objetivo é oferecer atendimento ágil, eficaz e humanizado às mulheres vítimas de violência.


A Coordenadoria de Atendimento à Mulher de Ibiporã funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.


Mais informações: 3178-0299.