Inovando na gestão

 

Publicado em: 02/02/2022 17:41 | Fonte/Agência: Nucleo de Comunicação Social/PMI com informações da Controladoria Municipal e do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR)

Entre as cinco maiores evoluções em transparência no Paraná, Ibiporã salta da 369ª para 28ª posição no ranking do ITP 2021 do Tribunal de Contas do Estado

Com nota superior à média estadual, Ibiporã subiu 341 posições em relação a 2020, se destacando nos itens que comprovam a transparência de seus serviços e de sua conectividade em 2021

Whatsapp

 

Entre as cinco maiores evoluções em transparência no Paraná, Ibiporã salta da 369ª para 28ª posição no ranking do ITP 2021 do Tribunal de Contas do Estado
Divulgação/PMI

Em agosto de 2021, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná deu início à terceira edição anual da avaliação dos portais da transparência das 399 prefeituras paranaenses, por meio da aplicação do Índice de Transparência da Administração Pública (ITP), comunicando-as da abertura dos trabalhos e da nova dinâmica implementada no corrente ano.

Com base nas informações obtidas a partir de um questionário composto por 159 itens, foi aferido o ITP de cada município. Os quesitos adotados na metodologia atendem ao disposto na Resolução nº 9/2018 da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), indo além desta norma, com alguns itens conferidos exclusivamente pelo TCE-PR.

O avanço significativo na qualidade dos portais da transparência aconteceu nas 399 prefeituras do Paraná, porém as melhoras mais expressivas de 2020 para 2021 em todo o Estado, foram detectadas nos portais da transparência das cidades de:

  • Ibiporã (55,11% para 95,59%);
  • São João (de 50,31% para 92,85%);
  • Bocaiúva do Sul (de 57,83% para 99,36%);
  • Sabáudia (21,62% para 63,03%).
  • Assaí (de 52,53% para 99,33%);

Ibiporã alcançou a nota de 95,59%, superior à maior média histórica estadual de 80.09%, o que garantiu à cidade posicionar-se entra as 30 maiores notas em todo o Paraná, de acordo com os dados analisados em 2021. Em 2020, o município encontrava-se em 369º, e sua nota geral era 55,11%, uma diferença de 40,5 pontos percentuais. Sobre o fato, comentou o prefeito José Maria Ferreira:

“Estamos recuperando a dignidade da gestão pública de Ibiporã. A confiança do cidadão em uma administração, também está na clareza e na transparência das informações que ela transmite. É desta forma que temos caminhado, com seriedade. Transparência faz parte do histórico das nossas administrações, “transparente” também continuará sendo um adjetivo nosso. Manteremos Ibiporã em destaque, e melhorando cada vez mais." 

O chefe do Executivo ainda destacou que esta é mais uma conquista para a cidade que completará 75 anos em novembro deste 2022, ano de muitas realizações importantes.  

A administração municipal de Ibiporã, por meio de sua secretaria de Tecnologia da Informação, sua Controladoria e seu Núcleo de Comunicação Social, em uma força-tarefa conduzida pelo prefeito José Maria Ferreira, esteve reunida para melhor atendimento e maior cobertura de todas as áreas, realizando a alavancagem de sua transparência.

Em dados, a evolução pode ser conferida por meio do gráfico comparativo abaixo:

COMPARATIVOS DE EVOLUÇÃO DO ITP TCE – PR:

  • EM 2020:

  • EM 2021:

"O simples monitoramento rotineiro dos portais de transparência acarretou um salto inegável de qualidade entre 2019 e 2021. A análise dos portais com a subsequente publicação dos resultados, organizados em forma de ranking, juntamente com o controle social e a divulgação pelos respectivos meios de comunicação locais, tiveram um poder catalisador por si só, sem que houvesse sido aberto um processo administrativo nem tampouco encaminhado algum documento solicitando providências para os gestores", afirma o relatório da fiscalização do ITP 2021 do Tribunal de Contas do Paraná.

O questionário aplicado trouxe levantamentos sobre: a carta de serviço ao cidadão e as informações prioritárias; boas práticas, instrumentos de gestão fiscal, planejamento e relatórios referentes à transparência da gestão fiscal, para o Poder Executivo; contratos e parcerias, despesas, diárias, informações institucionais, licitações, dispensas, inexigibilidade e atas de adesão – SRP, receita, recursos humanos e relatórios de gestão fiscal, para a transparência ativa; para a transparência passiva, acessibilidade, serviço de informação ao cidadão – Sic (Físico) e E-Sic (Eletrônico), tais itens foram analisados considerando todas as suas composições de trabalho e tendo sido verificado sua existência e eficiência, atribuiu-se a nota.

O trabalho foi conduzido pela Gerência de Transparência da Coordenadoria de Acompanhamento de Atos de Gestão (CAGE) do Tribunal, sob o comando do auditor de controle externo Fábio André Rosenfeld, com a participação ativa da Coordenadoria-Geral de Fiscalização (CGF) da Corte, representada por seu gerente de Relacionamento e Comunicação, Luiz Henrique Xavier.

O cidadão pode conhecer o ITP TCE - PR 2021 na íntegra e os gráficos de todos os municípios do Paraná, CLICANDO AQUI.