Educação

 

Publicado em: 13/09/2021 14:54 | Fonte/Agência: Nucleo de Comunicação Social/PMI

A primeira escola bilíngue do Paraná - Administração municipal e FAUEL realizam aula inaugural de formação de educadores para o ensino bilíngue

Evento aconteceu ao longo da manhã deste sábado (11), no Cine Teatro Padre José Zanelli, em Ibiporã

Whatsapp

 

A primeira escola bilíngue do Paraná - Administração municipal e FAUEL realizam aula inaugural de formação de educadores para o ensino bilíngue Prefeito José Maria Ferreira fala a educadores e professores da rede municipal, em aula inaugural de formação para o ensino bilingue
Divulgação/PMI

Fruto do planejamento da administração municipal e de importantes parcerias, oficializado por meio de documento assinado pela diretora presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da Universidade Estadual de Londrina - FAUEL, Graça Maria Simões Luz, e pelo prefeito José Maria Ferreira no gabinete do Executivo Municipal, no final do mês de agosto deste ano, o Ensino Bilíngue na rede pública municipal advém do acordo que prevê investimentos na ordem de R$ 250 mil, oriundos do orçamento do próprio município. Sendo pioneira no ensino de idiomas na rede pública municipal desde 2009, Ibiporã já oferta a Língua Inglesa em todas as escolas, por duas horas semanais contidas em sua grade curricular.

Diferente do ensino padrão do idioma, o projeto de ensino bilíngue, iniciado neste sábado (11) através da aula inaugural de formação dos educadores, envolverá toda a comunidade escolar, desde a equipe administrativa, à recepção, dos auxiliares de cozinha e limpeza aos educadores e professores, todos participarão da formação bilíngue das crianças. Outro diferencial é que serão beneficiadas pelo projeto turmas de Berçário (I e II), Maternal, Pré-Escola (I e II), 1º e 2º anos, além de alunos em fase de alfabetização.

Em entrevista durante o evento acontecido neste sábado (11), o prefeito José Maria Ferreira registrou: “esta aula inaugural é o início da nossa jornada para a realização de um sonho. É termos, em Ibiporã, uma escola pública municipal bilíngue. É proporcionarmos aos pequenos cidadãos de hoje, um futuro de oportunidades reais no mercado de trabalho.” O projeto será conduzido pela administração municipal, por meio da secretaria de Educação, em parceria com professores e estudantes da Universidade Estadual de Londrina (UEL), coordenados pela professora Michele Salles El Kadri, do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas do Centro de Letras e Ciências Humanas (CLCH); e pela estudante de mestrado Vivian Saviolli, do Programa de Pós-graduação em Educação, do Centro de Educação, Comunicação e Artes (CECA), e coordenadora da educação infantil da St. James International School.

Em fala sobre o evento e o projeto, o secretário de Educação Antonio Prata Neto registrou: “podemos considerar esta aula inaugural de hoje, uma divisora de águas entre projeto e ação, entre a idealização e a realização. Foi dado o start. O projeto nasce, efetivamente, neste 11/09. Ele foi registrado na assinatura - acontecida no final de agosto – mas toma corpo por meio desta aula inaugural. Este é um momento histórico para Ibiporã, impulsionado pela administração José Maria Ferreira”, concluiu o secretário.

Atendendo uma série de requisitos, a escola será considerada bilíngue pois apresentará de 30% a 50% de seus conteúdos ministrados no idioma estrangeiro. Será uma imersão do aluno em uma segunda língua, e não apenas a aplicação da disciplina através de aulas de Inglês.

Ainda de acordo com o prefeito José Maria, atuar no presente com o ensino da Língua Inglesa afeta positivamente, inclusive, a industrialização, pois em um futuro próximo, o município estará ainda mais preparado para receber empresas de outras nacionalidades, como já tem acontecido: “nós estamos trabalhando firmes na vertente da industrialização, da transformação da nossa cidade, e quanto nós estimulamos a economia nesta direção - que é o que a nossa administração faz - amanhã ou depois, estaremos recebendo empresas que não são brasileiras, como já temos recebido enquanto administração ao longo dos anos e estaremos ainda mais preparados enquanto cidadãos. Vem aí uma geração bilíngue e com ainda mais oportunidades.”

O início das aulas está previsto para fevereiro de 2022, a escola municipal que receberá o bilíngue será definida e anunciada até dezembro deste ano. Inicialmente, o projeto qualificará durante três meses, 50 professores que atenderão, a partir do início das atividades, 250 alunos com acompanhamento da FAUEL e uso de material didático.


Imagens